Título: Último Turno
Título Original: End of Watch
Autor: Stephen King
Ano: 2016
Páginas:
384
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Brady Hartsfield, o diabólico Assassino do Mercedes, está há cinco anos em estado vegetativo em uma clínica de traumatismo cerebral. Segundo os médicos, qualquer coisa perto de uma recuperação completa é improvável. Mas sob o olhar fixo e a imobilidade, Brady está acordado, e possui agora poderes capazes de criar o caos sem que sequer precise deixar a cama de hospital. O detetive aposentado Bill Hodges agora trabalha em uma agência de investigação com Holly Gibney, a mulher que desferiu o golpe em Brady. Quando os dois são chamados a uma cena de suicídio que tem ligação com o Massacre do Mercedes, logo se veem envolvidos no que pode ser seu caso mais perigoso até então. Brady está de volta e, desta vez, não planeja se vingar apenas de seus inimigos, mas atingir toda uma cidade.

Em Último turno, Stephen King leva a trilogia a uma conclusão sublime e aterrorizante, combinando a narrativa policial de Mr. Mercedes e Achados e perdidos com o suspense sobrenatural que é sua marca registrada.

*Exemplar cedido pela editora

"Último Turno" encerra (com chave de ouro, diga-se de passagem) a trilogia protagonizada pelo detetive (aposentado) Bill Hodges. Stephen King traz de volta um Brady Hartsfield com sede de vingança e poderes telepáticos para dar sua última cartada contra seu rival Hodges.


Assim que li que o último livro ia sair da pegada mais realística/policial e adentrar no sobrenatural eu logo protestei. Até sabia que o sobrenatural é marca registrada na obra de King, mas na minha cabeça não fazia sentido colocar tal gênero em "Último Turno" e por isso comecei a ler o livro com um certo receio. Mas King é o cara e mestre em surpreender, certo? Bastaram poucas páginas para eu amar a inserção dos elementos sobrenaturais na obra e acha-los totalmente coerentes.

Fazer com que Brady pudesse ter superpoderes mentais e "tocar o terror" sem ao menos sair do seu quarto deu ao livro uma atmosfera muito mais tensa e aterrorizante. E Brady se superou, né? Mostrou que é um monstro de verdade e não poupou ninguém, fazendo jogos mentais doentios e levando várias pessoas a se suicidarem. Todas as cenas que detalhavam as invasões do personagem na cabeça de outras pessoas foram extremamente bem escritas e em poucas linhas conseguiam mexer comigo, me perturbando e me deixando com uma sensação ruim dentro de mim. A atmosfera ficava tão densa e pesada que era preciso eu parar um pouco com a leitura. Respirar um pouco, pensar em coisas boas e só assim voltar para o livro.

Eu acho sensacional quando um autor consegue mexer com o leitor e fazer com que ele sinta um punhado de coisas lendo sua obra! E Stephen King conseguiu fazer isto nesse terceiro volume. Durante as trezentas e tantas páginas de "Último Turno" eu vibrei, me emocionei, assustei, fiquei tenso, quase sem respirar em alguns momentos e com lágrimas nos olhos após virar a última página do livro. Por mais que deteste séries que se alongam muito (e o final tenha deixado claro que não haverá mais nenhuma sequência), não ia reclamar se fossem lançados mais uns dois ou três livros para essa trilogia que acabou se tornando uma das minhas favoritas.

"— Como fui me meter nisso? — geme ele. 
— Do jeito como todo mundo se mete em tudo — diz Brady, com gentileza. — Um passo de cada vez." - página 171 

Não quero me alongar muito, pois posso acabar soltando algum spoiler que poderá arruinar a experiência de vocês com o livro, mas garanto que King preparou um ótimo desfecho que deixará a todos satisfeitos.

A edição da Suma de Letras como sempre está ótima. Não me lembro de ter encontrado erros de revisão e a diagramação está muito boa e confortável. A capa também está com um excelente acabamento que só torna a experiência do leitor ainda melhor.

Em suma, "Último Turno" encerra com muito louvor a trilogia Bill Hodges. Quem virou fã de Hodges, Holly e Jerome vai ficar muito satisfeito e triste (afinal, é a última vez que os veremos! 😭) com o desfecho que King preparou para eles.

"Ele começou a entender o que era a felicidade: a versão emocional das regiões oceânicas de calmaria, onde todos os ventos desapareciam e a pessoa só flutuava." - página 252

Mais um excelente livro para uma das melhores trilogias já escritas nos últimos tempos! Stephen King nunca decepciona não é mesmo?


Nota:





Trilogia Bill Hodges:

Mr. Mercedes
Achados e Perdidos
Último Turno 

24 Comentários

  1. Oii!!

    Eu li a trilogia e amei. Ganhei o primeiro livro - Mr. Mercedes - de aniversário, depois eu quis os outros logo. Adorei a escrita do Stephen King, é tudo verdadeiro o que falam dele - que ele é o cara!

    beijos

    http://mecontanoblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! A trilogia é incrível, né?

      Excluir
  2. Eu sou doida para ler essa trilogia apesar de não ser fã do King, pelo fato de só ter lido alguns livros pontuais e por isso acredito que os menos aclamados sejam beeeem melhores asaisaihsa eu gostei bastante de sua resenha, de fato deu vontade de ler :3 Meu namorado já, por exemplo, ama o King, leu tudo... literalmente.

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Eu ainda não li muito do King, mas tudo que li... Foi sensacional! Espero que você leia e curta a trilogia do Bill Hodges! :D

      Excluir
  3. Ooooi Tony.

    Nossa... Apesar de ter lido poucos livros do King (até agora), essa é uma trilogia de respeito que eu desejo e quero ler logo!
    Ler sua resenha só aumentou minha vontade.
    Parabéns pela resenha.

    Abraço.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alana! Também li pouca coisa do King, mas tudo que li foi simplesmente excelente. Obrigado! <3

      Excluir
  4. Oi Tony, tudo bem?
    Preciso ler algo do King o quanto antes, e só estou vendo elogios a essa trilogia. Tão bom quando o autor tem uma escrita que prende o leitor, e mexer com a nossa cabeça dessa forma.
    Parabéns pela resenha, beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline! Tudo sim e contigo? Essa trilogia é sensacional, você precisa ler! Obrigado.

      Excluir
  5. Uauuu amei sua resenha,eu gosto muito desse tema literário...
    Parabéns pelo blog seguindo ja
    Bjinhos
    Só os Loucos Sentem
    Instagram
    Fan Page
    Google +

    ResponderExcluir
  6. Oi Tony, tudo bem?

    Gosto mais de sobrenaturais que a pegada policial! Quem bom que o mestre King soube fazer essa transição e que vc curtiu a leitura! Espero em 2017 ler mais do KIng!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi! Tudo sim e com você? Também espero isso! :)

      Excluir
  7. Nunca li, que bom que vc teve a oportunidade de ter um envolvimento sentimento lendo o livro ;)

    http://ondeeufor.blogspot.com.br/
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá Tony, tudo bem?
    Eu não sou muito chegada a livros nesse estilo, mas sei que King é um dos mestres no gênero e por isso tenho certeza que a trilogia deva ser maravilhosa.
    Muito bom quando o autor nos deixa assim tão maravilhados com sua escrita.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia! Tudo sim e com você? A trilogia é maravilhosa mesmo! :)

      Excluir
  9. Oiê!
    Ainda não li nada do King #shameonme
    Mas quero!
    Essa trilogia parece ser bem legal.
    Gosto de histórias de thriller policiais, essa tensão toda, essa atmosfera de gato e rato.
    E se sobrenatural é a marca de King, embarca nela sem medo, haha.
    Essas capas ficaram lindas, né?

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teca! Pois devia ler, hein? E sim, ficaram muito lindas mesmo! :)

      Excluir
  10. Ainda não li essa trilogia, mas me animei bastante pra começar a ler, gosto de histórias assim. Ótima resenha!

    Beijos
    http://www.culturaliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não é muito meu tipo de livro favorito. Mas que bom que vc gostou.
    (Eu tive a impressão que imagem do livro se mexia por causa das listras do sofá kkk)

    http://ondeeufor.blogspot.com.br/
    Beijinhos ♥
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá, Tony.
    Fico feliz em saber que fechou com chave de ouro. Eu ganhei o primeiro livro em um sorteio e assim que der vou começar a ler. Acho que não tem como não ter algo de sobrenatural nas histórias dele né? hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Pois é rs Quando ler me fala o que achou, tá?

      Excluir